Publicidade

terça-feira, 3 de abril de 2012

Quantas guerras ainda terei que vencer... para, enfim, ser feliz?



Dever de Sonhar
Eu tenho uma espécie de dever, dever de sonhar, de sonhar sempre,
pois sendo mais do que um espetáculo de mim mesmo,
eu tenho que ter o melhor espetáculo que posso.
E, assim, me construo a ouro e sedas, em salas
supostas, invento palco, cenário para viver o meu sonho
entre luzes brandas e músicas invisíveis.
(Fernando Pessoa)
 Sonho Impossível
Sonhar mais um sonho impossível
Lutar quando é fácil ceder
Vencer o inimigo invencível
Negar quando a regra é vender

Sofrer a tortura implacável
Romper a incabível prisão
Voar num limite improvável
Tocar o inacessível chão

É minha lei, é minha questão
Virar este mundo, cravar este chão
Não me importa saber
Se é terrível demais
Quantas guerras terei que vencer
Por um pouco de paz

E amanhã se este chão que eu beijei
For meu leito e perdão
Vou saber que valeu
Delirar e morrer de paixão

E assim, seja lá como for
Vai ter fim a infinita aflição
E o mundo vai ver uma flor
Brotar do impossível chão

 (Maria Bethânia)

3 comentários:

cid cancer disse...

Essa letra deveria estar no bolso de todos os que acreditam na possibilidade da justiça, da igualdade e da felicidade.

É como um mantra a nos empurrar pra frente, sempre e sempre, recarregando continuamente qual um dínamo: quanto mais se anda, mais ele carrega.

É das músicas da Bethânia que mais me emociona. Cantada pela primeira vez no famoso show no Canecão que fez com Chico Buarque em 1975. A versão é do próprio Chico.

Valeu a postagem, Rutinha. O bom gosto e a sensibilidade de sempre. Beijo!

cid cancer - mogi das cruzes/sp

Rute disse...

Obrigada, Cidinho!
Um gesto muito lindo o teu em vir aqui e deixar esse comentário.
Dínamo carrega qdo se anda?
Não quero mais andar... quero parar!
Um beijo

Roberta Costa disse...

Eu nao conhecia essa letra eu acho, ou nao a tinha prestado a devida atenção... linda e forte, gostei. Mas fiquei intrigada pensando o q foi q te despertou ela... beijos querida amiga q eu gosto taaaanto!