Publicidade

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Pedro Rios está refugiado,devido a ameaças de morte

Declaração de Pedro Rios, após ser ameaçado de morte pelos pistoleiros de Mato Grosso do Sul, postada em seu Facebook.
"Hoje eu passei o dia conversando com diversas lideranças. Caldo está entornando em Passo Piraju. O MPF e a Funai PERDERAM o recurso, e o senhor ESMALTE BARBOSA CHAVES, um dos maiores assassinos de índio do Estado, declarou no jornal local, que o o senhor GINO FERREIRA, outro bandido assassino, mandou a SEPRIVA - que não é uma empresa de segurança privada, mas uma empresa de pistoleiros e matadores
, ficar 24 horas por dia na região do Passo Piraju.
A Vida do Cacique Carlito corre MUITO risco. E eu recebi ameaças de morte (e olha que só fiquei 5 dias na aldeia), por isso as lideranças chegaram a conclusão de que era melhor me tirar da aldeia, se em um primeiro momento eu inibi a ação dos pistoleiros, agora a minha presença estava incitando a violência. Dois dias atrás um cara tentou me levar de moto da aldeia e eu não fui. As coisas se agravaram e as lideranças ficaram com medo de que sumissem com o meu corpo durante a noite. Por isso fui obrigado a abandonar a aldeia e estou refugiado. Em breve poderei jogar toda a merda no ventilador e falar tudo que vários envolvidos na questão, entre lideranças e funcionários, querem falar e não pode"


Fonte: http://on.fb.me/W4Bsqs



Um comentário:

Beline Chaves disse...

http://ofogodoshomens.blogspot.com.br/2012/12/pedro-rios-leao-o-rola-bosta-carioca.html
Nunca tratei eles (os índios) como inimigos, pelo contrário, levei agasalhos, comida, roupas para as crianças e até emprego de empreita na fazenda eu proporcionei ao grupo”
Esmalte Barbosa Chaves